Sobre o Museu

Situado numa área geográfica marcada pelo fenómeno emigratório, o Museu do Casal de Monte Redondo tem vindo a promover a criação de um fundo bibliográfico especializado sobre a emigração – “emigrateca portuguesa”, constituída por amostras de trabalhos académicos sobre a emigração de nacionais, isoladamente e no seu contexto internacional. Complementarmente acolhe estudos sobre a população e a sociedade portuguesa, as comunidades luso-descendentes residentes no estrangeiro e a imigração em território nacional.

A diversidade de trabalhos disponíveis e o interesse em facultar a sua consulta a um público mais vasto justificou a oferta de parte da documentação recolhida à Biblioteca José Saramago – Instituto Politécnico de Leiria, mantendo a divulgação on-line de um breve acervo digital. Este é essencialmente constituído por trabalhos do autor e de outros investigadores, com o fim de enquadrar o fenómeno emigratório português ao longo do tempo e nos seus diversos contextos geográficos e culturais.

O projecto inicial, divulgado em 5 de Outubro de 2009, tem vindo a ser melhorado no seu formato e conteúdo em função das disponibilidades materiais e apoio para a sua realização. Através dele pretendemos contribuir para o melhor conhecimento da sociedade portuguesa contemporânea e valorizar a memória e extensão dos espaços de cidadania dos portugueses no estrangeiro e dos demais cidadãos residentes entre nós.

Os textos estão agrupados em três domínios temáticos:

  1. Memorial da Emigração Portuguesa– bosquejo histórico da evolução e características do movimento no espaço e ao longo do tempo;
  2. Lusitanis in Diáspora– situações e traços do movimento e da comunidade lusa em diferentes países e de alguns fenómenos que lhe andam associados;
  3. Migrações e Desenvolvimento– recolha de estudos diferenciados sobre a emigração portuguesa e as suas relações com a sociedade de origem e o desenvolvimento humano da população.

Além de estudos sobre a emigração portuguesa, a plataforma inclui:

– Breve súmula de Centros de Documentação nacionais e internacionais, relacionados com o estudo da população e das migrações internacionais;

– Endereços de instituições de referência na divulgação do Património online sobre as migrações internacionais, sobretudo em contextos de mobilidade procurados pelos nossos compatriotas.

Jorge Carvalho Arroteia
25 de Dezembro de 2017

 

 

Anúncios